Ferramentas pessoais

Diária de Alimentação - Polícia Militar

De Meu Wiki

(Diferença entre revisões)
Ir para: navegação, pesquisa
 
(26 edições intermediárias não estão sendo exibidas.)
Linha 1: Linha 1:
-
==LEI DE CRIAÇÃO==  
+
==Aplicação==  
-
[[Decreto-lei nº 15.620, de 29 de janeiro de 1946]] 
+
Ao policial militar, desde que não vença diária de diligência e que não receba alimentação em espécie por parte de qualquer Organização Policial-Militar, quando em serviço de vigilância especial exercer o cargo ou função sob as seguintes condições:
 +
I – por período ininterrupto igual ou superior a 18 (dezoito) horas e igual ou inferior a 24 (vinte e quatro) horas diárias;
-
==APLICAÇÃO== 
+
II – por período ininterrupto igual ou superior a 12 (doze) horas e inferior a 18 (dezoito) horas diárias;
-
Ao policial militar em serviço de vigilância especial, quando não vença diária de diligência e não receba refeição por parte de qualquer Organização Policial Militar, na seguinte conformidade:
+
III - por período ininterrupto igual ou superior a 8 (oito) horas e inferior a 12 (doze) horas diárias.
-
 
+
-
I - por período ininterrupto superior ou igual a 12 (doze) horas diárias;
+
-
 
+
-
II - por período ininterrupto superior ou igual a 8 (oito) horas e inferior a 12 (doze) horas diárias.  
+
OBS:
OBS:
-
Ao Policial Militar poderá ser concedida diária de alimentação, em um mesmo mês, nos termos dos incisos I e II, acima citado sendo que o total mensal não poderá ultrapassar o valor correspondente ao limite de 100%.
 
 +
Ao Policial Militar poderá ser concedida diária de alimentação, em um mesmo mês, conforme itens I, II e III, sendo que o total mensal não poderá ultrapassar o valor correspondente ao limite de 10 diárias.
-
==BASE DE CÁLCULO (Atual)==
 
-
Vigência: 01/04/11
+
==Base de Cálculo (Atual)==
-
Vigência: 01/01/14
+
Vigência: 01/01/2020
 +
 
 +
A x B
-
  A x B
 
*A = UFESP
*A = UFESP
-
*B = coeficiente 2  
+
*B = coeficiente 2,0 (dois inteiros)
 +
 
 +
I - 150% (cem e cinquoenta por cento) para o período ininterrupto igual ou superior a 18 (dezoito) horas e igual ou inferior a 24 (vinte e quatro) horas diárias;
 +
 
 +
II - 100% (cem por cento) para o período ininterrupto igual ou superior a 12 (doze) horas e inferior a 18 (dezoito) horas diárias;
 +
 
 +
III - 50% (cinqüenta por cento) para período ininterrupto igual ou superior a 8 (oito) horas e inferior a 12 (doze) horas diárias.
 +
 
 +
 
 +
==Limite Máximo Mensal==
 +
 
 +
I – 10 (dez) para o período ininterrupto igual ou superior a 18 (dezoito) horas e igual ou inferior a 24 (vinte e quatro) horas diárias;
-
I - 100% (cem por cento) para o período ininterrupto superior a 12 horas diárias;  
+
II – 15 (quinze) para o período ininterrupto igual ou superior a 12 (doze) horas e inferior a 18 (dezoito) horas diárias;
-
II - 50% (cinqüenta por cento) para período ininterrupto superior ou igual a 8 (oito) horas e inferior a 12 (doze) horas diárias..  
+
III – 30 (trinta) para período ininterrupto igual ou superior a 8 (oito) horas e inferior a 12 (doze) horas diárias.
-
==LIMITE MÁXIMO MENSAL==  
+
==Vantagens==
-
I - 15 (quinze) diárias, para o período ininterrupto superior a 12 horas diárias ; ou
+
A diária de alimentação não se incorporará aos vencimentos e não servirá de base para a incidência de qualquer vantagem pecuniária.
-
II - 30 (trinta) diárias, para período ininterrupto superior ou igual a 8 (oito) horas e inferior a 12 (doze) horas diárias.
+
 +
==Histórico==
-
==VANTAGENS==
+
*[[Decreto-lei nº 15.620, de 29 de janeiro de 1946]]
 +
*[[Decreto nº 28.989, de 07 de outubro de 1988]] (vigência 01/01/88)
 +
*[[Decreto nº 32.391, de 24 de setembro de 1990]] (vigência 25/09/90) - revogado pelo [[Decreto nº 35.196, de 26 de junho de 1992]]
 +
*[[Decreto nº 35.196, de 26 de junho de 1992]] (vigência 01/04/92) - revogado pelo [[Decreto nº 36.695, de 23 de abril de 1993]]
 +
*[[Decreto nº 36.695, de 23 de abril de 1993]] (vigência 01/02/93) - revogado pelo [[Decreto nº 40.764, de 04 de abril de 1996]]
 +
*[[Decreto nº 40.764, de 04 de abril de 1996]] (vigência 01/04/96) - revogado pelo [[Decreto nº 53.913, de 29 de setembro de 2008]]
 +
*[[Decreto nº 53.913, de 29 de setembro de 2008]] (vigência 01/10/08)- revogado pelo [[Decreto nº 56.912, de 07 de abril de 2011]]
 +
*[[Decreto nº 56.912, de 07 de abril de 2011]] (Vigência 01/04/11) - revogado pelo [[Decreto nº 59.609, de 16 de outubro de 2013]]
 +
*[[Decreto nº 59.609, de 16 de outubro de 2013]] (vigência 01/01/13) - revogado pelo [[Decreto nº 64.744, de 15 de janeiro de 2020]]
 +
*[[Decreto nº 59.631, de 22 de outubro de 2013]] (vigência 01/11/13)
 +
*[[Comunicado DA nº 75, de 18 de dezembro de 2013]] ( período de 01/01/14 a 31/12/14)
 +
*[[Comunicado DA nº 80, de 16 de dezembro de 2014]] ( período de 01/01/15 a 31/12/15)
 +
*[[Comunicado CAT nº 20, de 20 de dezembro de 2016]] (período de 01/01/2017 a 31/12/2017)
 +
*[[Comunicado DA nº 96, de 20 de dezembro de 2017]] ( período de 01/01/18 a 31/12/18)
 +
*[[Comunicado DA nº 89, de 18 de dezembro de 2018]] (período de 01/01/19 a 31/12/19)
 +
*[[Decreto nº 64.744, de 15 de janeiro de 2020]] ( vigência 01/01/2020)
-
A diária de alimentação não se incorporará aos vencimentos e sobre ela não incidirá qualquer vantagem pecuniária.
 
-
==HISTÓRICO==
 
-
<ul>
 
-
<li>[[Decreto-lei nº 15.620, de 29 de janeiro de 1946]] </li>
 
-
<li>[[Decreto nº 28.989, de 07 de outubro de 1988]] (vigência 01/01/88) </li>
 
-
<li>[[Decreto nº 32.391, de 24 de setembro de 1990]] (vigência 25/09/90) </li>
 
-
<li>[[Decreto nº 35.196, de 26 de junho de 1992]] (vigência 01/04/92) </li>
 
-
<li>[[Decreto nº 36.695, de 23 de abril de 1993]] (vigência 01/02/93) </li>
 
-
<li>[[Decreto nº 40.764, de 04 de abril de 1996]] (vigência 01/04/96) </li>
 
-
<li>[[Decreto nº 53.913, de 29 de setembro de 2008]] (vigência 01/10/08)</li>
 
-
<li>[[Decreto nº 56.912, de 07 de abril de 2011]] (Vigência 01/04/11)</li>
 
-
</ul>
 
[[Categoria:Conceitos]]
[[Categoria:Conceitos]]
[[Categoria:Diária de Alimentação]]
[[Categoria:Diária de Alimentação]]
[[Categoria:Benefícios]]
[[Categoria:Benefícios]]

Edição atual tal como 18h23min de 16 de janeiro de 2020

Tabela de conteúdo

Aplicação

Ao policial militar, desde que não vença diária de diligência e que não receba alimentação em espécie por parte de qualquer Organização Policial-Militar, quando em serviço de vigilância especial exercer o cargo ou função sob as seguintes condições:

I – por período ininterrupto igual ou superior a 18 (dezoito) horas e igual ou inferior a 24 (vinte e quatro) horas diárias;

II – por período ininterrupto igual ou superior a 12 (doze) horas e inferior a 18 (dezoito) horas diárias;

III - por período ininterrupto igual ou superior a 8 (oito) horas e inferior a 12 (doze) horas diárias.

OBS:

Ao Policial Militar poderá ser concedida diária de alimentação, em um mesmo mês, conforme itens I, II e III, sendo que o total mensal não poderá ultrapassar o valor correspondente ao limite de 10 diárias.


Base de Cálculo (Atual)

Vigência: 01/01/2020

A x B

  • A = UFESP
  • B = coeficiente 2,0 (dois inteiros)

I - 150% (cem e cinquoenta por cento) para o período ininterrupto igual ou superior a 18 (dezoito) horas e igual ou inferior a 24 (vinte e quatro) horas diárias;

II - 100% (cem por cento) para o período ininterrupto igual ou superior a 12 (doze) horas e inferior a 18 (dezoito) horas diárias;

III - 50% (cinqüenta por cento) para período ininterrupto igual ou superior a 8 (oito) horas e inferior a 12 (doze) horas diárias.


Limite Máximo Mensal

I – 10 (dez) para o período ininterrupto igual ou superior a 18 (dezoito) horas e igual ou inferior a 24 (vinte e quatro) horas diárias;

II – 15 (quinze) para o período ininterrupto igual ou superior a 12 (doze) horas e inferior a 18 (dezoito) horas diárias;

III – 30 (trinta) para período ininterrupto igual ou superior a 8 (oito) horas e inferior a 12 (doze) horas diárias.


Vantagens

A diária de alimentação não se incorporará aos vencimentos e não servirá de base para a incidência de qualquer vantagem pecuniária.


Histórico